sábado, 9 de junho de 2012

"Quando duas almas dispostas se encontram, não há porquês carregados de “muito cedo” ou “tarde demais”. Há apenas o momento em que duas almas dispostas se encontram e enfeitam o improvável instante com alguns punhados de possibilidades. Afinal de contas, permitir - se é tornar - se possível, dentro de alguém." [Priscila Rôde]
‎(...) Dentro dessa minha desaceleração, tenho descoberto muita coisa como, por exemplo, quão necessário é saber receber amor. Deixar que tudo seja troca antes de ser um troféu. Deixar que o caos se mantenha intacto antes que haja ajustes. Ando muito comprometida com as essências. E com um respeito súbito, a partir daí, pelas aparências. Não vejo menores importâncias, vejo acontecimentos. E tenho olhado pras coisas sem aquela grande gravidade. Tudo em mim tem sido esta disposição para o amor. E, se vocês pudessem me ver agora, veriam, existe carícia até no meu olhar... 
[Marla de Queiroz]


‎" Desejo Que você tenha a quem amar. E quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar, pra recomeçar."

Frejat - Amor pra Recomeçar
         Resultados da Pesquisa de imagens do Google para http://1.bp.blogspot.com/-psX65BTkGDA/TctqSNlgV_I/AAAAAAAAAYE/R3bMQo4TMqs/s1600/tumblr_ljcwnpEisc1qdl13yo1_500.jpg


Pensando em como é difícil encontrar um pedaço meu dentro outro. Deve haver algum toque especial, algum olhar inusitado que escale essas impossibilidades sem remorsos. Deve haver algum tipo de encanto, qualquer coisa. Quero alguém que faça isso por mim, alguém que me atravesse. Descobrir - me é demorado.     
Priscila Rôde